Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Eleições sob alta vigilância no Quénia

Áudio 04:40
Forte afluência numa mesa de voto em Gatundu, no centro do Quénia, a 4 de Março de 2013.
Forte afluência numa mesa de voto em Gatundu, no centro do Quénia, a 4 de Março de 2013. REUTERS/Marko Djurica

Cerca de 14 milhões e meio de eleitores Quenianos foram hoje chamados às urnas no quadro de eleições gerais em que para além do seu futuro presidente, designam igualmente os seus deputados, senadores, governadores e ainda os membros das suas assembleias distritais. Este escrutínio manchado desde já por incidentes em Mombaça que causaram 12 mortos, é igualmente marcado pelo espectro dos confrontos pós-eleitorais de 2007, pelo que um forte dispositivo policial foi destacado para enquadrar estas eleições. José Saldanha, Cônsul Honorário de Portugal em Nairobi fez o ponto da situação com a RFI.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.