Acesso ao principal conteúdo
Moçambique/África do Sul

Milhares homenageiam moçambicano morto na África do Sul

Pai do taxista moçambicano morto na África do Sul (ao centro)
Pai do taxista moçambicano morto na África do Sul (ao centro) Reuters

O taxista moçambicano, Mido Macia, morto a semana passada, depois de ter sido amarrado à traseira de um viatura da polícia sul-africana e arrastado cerca de 400 metros, foi homenageado hoje, em Daveyton, na África do Sul.  

Publicidade

Mais de dez mil pessoas, amigos e familiares, quiseram prestar nesta quarta-feira uma última homenagem ao taxista moçambicano, Mido Macia, morto na semana passada depois de ter sido amarrado à traseira de um viatura da polícia sul-africana e arrastado cerca de 400 metros.

Nas ruas os participantes ergueram cartazes onde exigiram o fim dos actos de xenofobia praticados pela polícia sul-africana. Na cerimónia de homenagem estiveram presentes várias figuras, entre elas, Graça Machel, activista dos direitos humanos e esposa de Nelson Mandela, membros do ANC e da Frelimo. O embaixador de Moçambique na África do Sul, Fernando Fazenda, marcou presença afirmando que se tratou de um momento de conforto e despedida para a família. O corpo de Mido Macia, será transladado para Maputo na sexta-feira, e a cerimónia fúnebre deve decorrer no sábado.

Com a colaboração da nossa correspondente na África do Sul Mariamo Hassamo

No seguimento deste episódio, a Liga dos Direitos Humanos de Moçambique veio a público acusar a polícia sul-africana de agir na base de "estrangeirismo" e pediu "atitudes enérgicas" do executivo moçambicano. Em entrevista a Lígia Anjos, o vice-presidente da Liga dos Direitos Humanos, Amlilcar Andela, disse que a Liga vai organizar, no próximo sábado, uma homenagem a Mido Macia.

Ver também artigo sobre o mesmo assunto

www.portugues.rfi.fr/africa/20130305-mocambique-acusa-africa-do-sul-de-xenofobia

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.