Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Região sul de Moçambique sob alerta devido a cheias

Zona ribeirinha de Maputo
Zona ribeirinha de Maputo Liliana Henriques / RFI

O Instituto moçambicano de gestão de calamidades, colocou a região sul de Moçambique, em estado de alerta, devido a inundações que ameaçam zonas ribeirinhas ao rio de Incomáti.

Publicidade

Mais de 6.700 pessoas estão em risco de vida nessa zona da bacia do rio Incomáti, que banha a capital moçambicana, Maputo, segundo o Instituto nacional de gestão de calamidades.

 

"Temos já algumas áreas inundadas, na zona de Ressano Garcia, mas a indicação que temos, é que, basicamente, são campos agrícolas que estão inundados, para além de haver outras situações de que, apesar dos avisos que fomos dando sobre a aproximação do perigo, algumas pessoas estavam ainda nas zonas de maior risco", declarou à imprensa, Rita Almeida, porta-voz, do Instituto nacional de gestão de calamidades.

 

Estas inundações da região sul de Moçambique são provocadas pela chuvas intensas que têm caído nos últimos dias, não só, no território moçambicano, mas também, nos países vizinhos de Moçambique.

 

De Maputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.