Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Rácio de enfermeiros moçambicanos muito baixo

Enfermeiro moçambicano.
Enfermeiro moçambicano. Miguel Martins/RFI

O rácio de enfermeiros moçambicanos, é de 21 por 100 mil habitantes, segundo a Organização Mundial da Saúde, o que é muito baixo, mas Maputo, afirma, que se está a envidar esforços para melhorar a situação.

Publicidade

"Enfermeiros: Uma força para Mudar – Um Recurso Vital para a Saúde: Dia Internacional do Enfermeiro 2014", foi o tema escolhido para a edição deste ano.

 

Mais um ano, em que se assinala o "Dia Internacional do Enfermeiro", sabendo que há países africanos, caso de Moçambique, onde continua a haver falta de enfermeiros. O rácio é de apenas 21 enfermeiros, por 100 mil habitantes, no caso moçambicano, sabendo que o dos médicos moçambicanos, é de 3 médicos, por 100 mil habitantes.

 

Mas, segundo o Director Nacional da Saúde Pública, de Moçambique, Francisco Mbofana, "o Ministério da Saúde está a trabalhar, através de um programa acelerado, no sentido de melhorar a situação. Mas reconhecemos que se está, muito aquém, do que seria desejável, mas acções muito concretas estão sendo executadas, nesse sentido."

 

De notar, que o "Dia Internacional do Enfermeiro", foi instittuído pelo Conselho Internacional dos Enfermeiros, em 1965, e é assinalado desde 1980, a 12 de Maio, uma referência ao aniversário da enfermeira britânica, Florence Nightingale, que nasceu nesse dia, em Londres, em 1870 .

 

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.