Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Últimos preparativos para posse do presidente guineense

José Mário Vaz, presidente eleito da Guiné-Bissau
José Mário Vaz, presidente eleito da Guiné-Bissau REUTERS/Joe Penney

Confirmada a presença em Bissau de seis dos onze chefes de Estado da África Ocidental, convidados para assistir segunda-feira (23/06) à cerimónia de investidura de José Mário Vaz, Presidente eleito da Guiné-Bissau.

Publicidade

O Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca é um dos que já confirmaram a sua presença, tal como os seus homólogos do Senegal, Gâmbia, Mali, Burkina Faso e Nigéria, mas também o ministro angolano da defesa João Lourenço, ou ainda o chefe da diplomacia portuguesa Rui Machete.

A cerimónia de tomada de posse de José Mário Vaz, está agendada para começar às 10 horas de segunda-feira (23/06) no Estádio Nacional 24 de Setembro em Bissau.  

A logística necessária para garantir o sucesso desta grande festa está a ser apoiada pelo Senegal, que já enviou 20 viaturas e 20 motorizadas para os batedores da policia guineense, e pelo Reino de Marrocos que fornece os cozinheiros, que vão preparar o banquete para os cerca de dois mil convidados aguardados. 

José Mário Vaz, economista de 56 anos, dirigente do PAIGC e antigo ministro das finanças no último governo constitucional deposto pelo golpe de estado militar de 12 de Abril de 2012,  foi eleito na segunda volta das eleições presidenciais em Maio passado com 61,9% de votos, e vai partilhar os destinos do país com Domingos Simões Pereira, futuro Primeiro Ministro e presidente do PAIGC, que em Abril elegeu 57 dos 102 deputados do actual parlamento guineense.

José Mário Vaz é o quarto Presidente democráticamente eleito na Guiné-Bissau, depois de Nino Vieira (eleito duas vezes), Kumba Ialá e Malam Bacai Sanhá.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.