Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Vulcão do Fogo continua em "lume brando"

A actividade vulcânica na ilha do Fogo mantém-se mais ou menos constante nos últimos dois dias
A actividade vulcânica na ilha do Fogo mantém-se mais ou menos constante nos últimos dois dias DR

A actividade vulcânica na ilha do Fogo mantém-se mais ou menos constante nos últimos dois dias. A lava avança lentamente em direcção a Portela.

Publicidade

A actividade vulcânica na ilha do Fogo mantém-se mais ou menos constante nos últimos dois dias. A lava avança lentamente em direcção a Portela.

As erupções vulcânicas iniciaram-se há 14 dias e a frente de lava já consumiu a parte central do planalto de Chã das Caldeiras. Quase mil e 500 pessoas residentes em Portela e Bangaeira foram retiradas das suas casas.

O correspondente da RFI em Cabo Verde, Odair Santos, chegou estar tarde a Portela, e fez-nos o relato do terreno.

O realojamento e a criação de fontes de rendimento são as principais prioridades de todas as entidades que estão apoiar as famílias desalojadas, sem esquecer a questão da segurança.

A lava já soterrou a metade norte de Portela, a sede do Parque Natural do Fogo, dois hotéis, uma escola, mais de 30 habitações, cisternas, currais, casas de apoio à agricultura e uma extensa área agrícola e de pastorício.

Entretanto, ontem à noite, o Presidente da República do Congo, Denis Sassou-Nguesso, manifestou toda a solidariedade e amizade pessoal para com Cabo verde. Denis Sassou-Nguesso, que acrescentou que foi essa a razão da sua visita a Cabo Verde.

Um gesto que “tocou bastante” o primeiro-ministro cabo verdiano, José Maria Neves.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.