Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Chuva e calor em Moçambique

Paisagem do sul de Moçambique
Paisagem do sul de Moçambique Liliana Henriques / RFI

Em Moçambique as previsões do Instituto de Meteorologia apontam para fortes períodos de precipitação em algumas zonas do país, em causa a corrente fria que atravessa o canal de Moçambique, na capital a população vê-se agora a braços com uma onda de calor.

Publicidade

Ainda não há dados oficiais actualizados, mas as chuvas estão a matar, a desalojar, destruir campos agrícolas e a tornar a vida da população cada dia mais difícil. Nas últimas semas as chuvas não dão tréguas, são muitos os moçambicanos, nas regiões norte, centro e sul do país que choram as perdas do seus bens materiais.

Situação que não vai melhorar nos próximos dias, segundo José Sawanguana, técnico do Instituto Nacional de Meteorologia, vai continuar a chover em grande parte do território devido a uma corrente de ar frio que atravessa actualmente o canal de Moçambique.

"Para a zona centro estamos a prever continuação de ocorrência de chuvas fortes nas províncias de Manica e Tete, onde ser prevê a queda de chuvas fracas a moderadas na zona norte estamos a prever ocorrência de chuvas em regime fraco a moderado, podendo ser fortes na província de Nampula".

As chuvas que caem no país e nos estados vizinhos estão a influenciar a os caudais dos rios Zambeze, Limpopo, Buzi e Save, Rita Nhamucho, engenheira na direcção nacional de aguas diz que ainda não há razões para alarme.

" A Bacia do Limpopo que esteve a subir, mas tende a estabilizar nas estações de montante. Nas estações de jusante, falo de Chókwé e Xai xai ainda ha uma tendência de subir, mas não contamos que os níveis venham a subir até atingir o alerta. Na Sul Sul continuamos com escoamentos altos, refiro-me às bacias do sabe e Buzi e Pungué. Relativamente à bacia do Zambeze que também tem estado a registar níveis altos... mas ainda não estamos numa situação de transbordo do rio. Na zona norte, olhando para a província de Cabo Delgado e Nampula contamos com um incremento do escoamento".

A forte precipitação já provocou a morte a cerca de vinte pessoas em algumas províncias norte e centro de Moçambique deram agora lugar a uma vaga de calor na cidade e província de Maputo e uma parte da zona sul do país. As temperaturas altas estão a levar milhares de pessoas paras as praias, onde mortes por afogamentos também se começam a registar.

 

Com a colaboração do nosso corrrespondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.