Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

FMI prevê queda do crescimento devido às chuvas em Moçambique

Foto da Missão Popular em Moçambique, com a devida vénia
Foto da Missão Popular em Moçambique, com a devida vénia DR

As fortes chuvas que vêm abatendo nas últimas semanas sobre Moçambique, podem provocar desalento nas famílias moçambicanas e provocar uma quebra no crescimento económico do pais, diz o FMI.

Publicidade

O FMI, Fundo Monetário Internacional, convocou a imprensa, em Maputo, para anunciar que é muito provável, que Moçambique, venha a sofrer, uma baixa no seu crescimento económico, devido às cheias, que vêm atingindo o país, destruindo estradas e outras infraestruturas, para além, de mortos e dificuldades que causam a famílias moçambicanas.  

 

 "Estamos preocupados, com o impacto [que estas cheias têm] e estamos a ver a população que está a perder  acesso a vias de transporte, com dificuldades para ter alimentação, problemas de energia, o que vai ter, certamente, um impacto negativo, na economia", declarou o Representante do FMI, em Moçambique, Alex Segura.

 

O mesmo Responsável do Fundo Monetário Internacional, Alex Segura, em Moçambique, sublinhou, que nas próximas semanas, "pode haver uma revisão nas taxas de crescimento, em Moçambique, talvez, não será de 7.5 por cento, mas de 7 por cento, vamos ver."

 

"Sabemos que o impacto, normalmente, se manifesta em três sectores, transportes e comunicações, o sector de electricidade, e sobretudo o sector agrícola, que é o sector estratégico, porque representa, 25 por cento, da economia, mas 80 por cento da população, depende desse sector, obviamente, as cheias, têm um impacto negativo sobre este sector, acrescentou, Alex Segura, Representante do FMI, em Moçambique.

 

De Mputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.