Acesso ao principal conteúdo
CABO VERDE

Fórum para reconstrução do Fogo em Cabo Verde

Deslocados da ilha do Fogo, em Cabo Verde
Deslocados da ilha do Fogo, em Cabo Verde Odair Santos/RFI

O fórum para a reconstrução da ilha do Fogo reúne representantes do governo, poder local e sociedade civil e, acontece no momento, que muitos deslocações de Chã das Caldeiras estão a regressar para o sopé do vulcão alegando que vão cuidar dos animais e podar as árvores frutíferas. As conclusões do Fórum vão ser conhecidas amanhã quando for divulgado o Plano de acção para a recuperação da ilha do Fogo.//

Publicidade

Neste primeiro dia do fórum para a reconstrução da ilha do Fogo a discussão está em torno das necessidades básicas da população afectada, da prevenção de riscos e resposta a catástrofes.

A grande questão continua a ser sobre a definição do local para o novo assentamento populacional, para os deslocados de Portela e Bangaeira, totalmente consumidas pelas lavas da erupção vulcânica de Chã das Caldeiras.

Antero Matos, que coordena o gabinete de crise para reconstrução da ilha do Fogo disse, em entrevista à TCV, que o local onde vai ser construído o novo povoado terá que ser muito bem definido.

Por sua vez, o presidente da câmara municipal de São Filipe, Luís Pires falando esta segunda-feira, à Rádio de Cabo Verde, espera que para além de definir o local para a construção do novo assentamento populacional para os deslocados de Chã das Caldeiras, que o fórum traga regras para as futuras construções na ilha do Fogo evitando assim, a edificação de habitações em zonas de maior risco.

Confira aqui a crónica de Odair Santos, correspondente em Cabo Verde

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.