Acesso ao principal conteúdo
Política /Chade

Presidencial chadiana para confirmar maturidade democrática

Ultimo comício  de Idriss Déby no estádio de  Ndjamena.08 de Abril 2016
Ultimo comício de Idriss Déby no estádio de Ndjamena.08 de Abril 2016 ISSOUF SANOGO / AFP

Os chadianos foram neste domingo às urnas para eleger um novo presidente . Treze candidatos em liça, entre os quais o Chefe de Estado cessante, Idriss Déby Itno, que tenta ser reeleito para um quinto mandato , após 26 anos no poder .Segundo  observadores registou-se uma participação massiva. O escrutínio decorreu sob a vigilância dos militares,sem que se  verifique  nenhum incidente. As autoridades chadianas decidiram suspender neste domingo a rede internet, utilizada substancialmente pela oposição.

Publicidade

 

Participação massiva ao voto nesta primeira volta da presidencial no Chade, onde o Chefe de Estado cessante , Idriss Déby Itno, tenta reeleger-se para um quinto mandato, face à mais 12 candidatos. Segundo Déby Itno, esta  é  uma grande oportunidade para que os chadianos confirmem a sua maturidade democrática. O  Presidente cessante realçou que a classe política deverá aceitar com sinceridade o resultado das urnas, que representa a vontade do povo chadiano.

 Os habitantes do bairro de Moursal em N'Djamena ,tido como um dos bastiões da contestação ao poder vigente  esperam que a eleição deste domingo contribua para uma mudança no país e para a melhoria das condições de vida.O citado bairro não possui água potável e a maioria da sua população está no desemprego.

 As estimativas apontam para uma vitória de Idriss Déby Itno, cujo partido, Movimento Patriótico para a Salvação(MPS) beneficia das estruturas do Estado e dispõe de meios considerávelmente superiores aos da oposição, da qual , Salem Kebzabo é o principal adversário do presidente cessante.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.