Acesso ao principal conteúdo
RDC

RDC: relatório arrasador da ONU

ONU confirma a existência de mais de 80 valas comuns na região congolesa do Kasai.
ONU confirma a existência de mais de 80 valas comuns na região congolesa do Kasai. RFI/Sonia Rolley

  Relatório da ONU acusa agentes do Estado congolês de serem os autores da maioria das execuções sumárias ocorridas sobretudo nas três províncias do Kasai, no centro da RDC.

Publicidade

O relatório responsabilisa agentes do Estado de terem cometido entre Janeiro e Junho desde ano pelo menos 591 execuções sumárias, enquanto os grupos armados  seriam responsáveis por 345 assassínios, perpetrados sobretudo nas três províncias do Kasai.

RDC: relatório arrrasador da ONU

A ONU utilisa o termo de repressão brutal e disproporcional e uso abusivo da força nesta região central congolesa ,onde as milícias Kamuina Nsapu em rebelião desde a morte pelo exército congolês do seu líder em Agosto passado, teriam morto 37 pessoas enquanto as tropas governamentais teriam executado 428, número que a ONU admite poder ser muito superior.

É ainda documentada a existência desde Abril da milícia Bana Mura, próxima da comunidade Tchokwe, responsável por um grande número de execuções sumárias de civis segundo a ONU que afirma ter recebido alegações sérias de que estas são apoiadas pelo exército congolês.

Ainda nesta região foram encontradas mais de 80 valas comuns e um vídeo data de 12 de Março passado, mostra dois peritos da ONU, que depois de assassinados foram atirados para uma delas.

Um grupo de peritos da ONU não descartou então a implicação de membros da segurança do Estado neste crime.

Segundo a igreja catolica, mais de 3000 mil pessoas morreram no Kasai e quase um milhao e meio fugiram, das quais mais de 30 mil se refugiaram na vizinha provincia angolana da Lunda Norte.

Os Estadois Unidos vão disponibilizar 13 milhões de dólares a Angola, para apoio de emergência a estes refugiados.

Estados Unidos criticaram hoje os países africanos que apoiam a candidatura da RDC ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, entre estes países figuram Angola, a Nigéria e o Senegal.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.