Acesso ao principal conteúdo
Quénia

Quénia: 4 mortos e Odinga contesta vitória de Kenyatta

Raila Odinga, denunciando fraudes nas eleições gerais de 8 de agosto, que deram vitória ao presidente candidato Kenyatta
Raila Odinga, denunciando fraudes nas eleições gerais de 8 de agosto, que deram vitória ao presidente candidato Kenyatta REUTERS/Thomas Mukoya

No quénia, há pelo menos 4 manifestantes mortos, esta quarta-feira, pelas forças policias de Nairobi, quando se desenrolavam protestos contra os primeiros resultados das eleiçoes gerais de ontem, dando vitoria ao presidente cessante Uhuru Kenyatta, resultados denunciados pelo seu adversário, Raila Odinga, como sendo fictícios e falsos.

Publicidade

 Forças policiais dispararam, esta quarta-feira, 9, contra manifestantes, em diferentes pontos do Quénia, matando 4 pessoas, duas no bairro de Mathare, na capital, Nairobi e outras duas, noutra localidade.

Os manifestantes protestavam contra os resultados das eleições gerais de ontem, dando vitória, ao partido no poder, Jubilee e ao seu presidente, Uhuru Kenyata.

 Os resultados provisórios da eleição presidencial, dão uma larga vitória a Uhuru Kenyatta, 54,32%, enquanto o seu adversário, Raila Odinga, estaria com 44,80%.

Odinga, que foi candidato da coligação, NASA, já denunciou durante uma conferência de imprensa, em Nairobi, "fraudes maciças", sublinhando que as eleições foram uma "farsa".

Para já, em relação aos 4 mortos de hoje, a Amnistia internacional, apelou as forças de segurança a terem contenção no uso da força, tendo denunciado, "um uso excessivo e desproporcional da força, o que é uma violação das leis".

Por seu lado, o veterano da política queniana, Odinga, de 72 anos, afirma que as "eleições foram uma farsa, uma tragédia com proporções monumentais".

Esta eleição presidencial mas também todas as outras eleições legislativas e locais, foram um autêntico ataque à democracia e a Comissão Eleitoral Independente, tem de ser responsabilizada pelo que se passou, declarou Raila Odinga.

Raila Odinga, candidato presidencial da oposição denuncia frraudes nas eleições no Quénia

Recorda-se que nas eleições de há 10 anos no Quénia, a violência pós-eleitoral, provocaram mais de 1000 mortos e cerca de 600 mil deslocados.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.