Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Furacão Irma bate recordes

Áudio 15:34
Marina de South Beach, em Miami.
Marina de South Beach, em Miami. REUTERS/Carlos Barria

Nascido ao largo de África, o furacão Irma bateu recordes, entre eles o recorde da intensidade. De acordo com a Organização Mundial de Meteorologia, o Irma é o furacão mais forte de sempre formado no Atlântico. O furacão manteve-se vários dias na categoria máxima, categoria 5, da escala de Saffir-Simpson, devastando cidades inteiras.O Irma manteve por 37h consecutivas ventos de 295 quilómetros por hora.Segundo as conclusões do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas, o aquecimento global do planeta aumenta a força dos furacões e a frequências de fenómenos extremos.Sobre estas temáticas a RFI ouviu Filipe Duarte Santos é professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, presidente do Conselho português do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável e especialista em alterações climáticas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.