Acesso ao principal conteúdo
África

Quénia : Uhuru Kenyatta toma posse num país dividido

Uhuru Kenyatta durante a tomada de posse em Nairobi, 28 de Novembro de 2017
Uhuru Kenyatta durante a tomada de posse em Nairobi, 28 de Novembro de 2017 REUTERS/Baz Ratner

O Presidente queniano Uhuru Kenyatta mantém-se mais cinco anos à frente do país. A tomada de posse decorreu na manhã desta terça-feira, em Nairobi, e foi acompanhada por uma onda de protestos da oposição reprimidos pela polícia.

Publicidade

O início do segundo e último mandato de Uhuru Kenyatta à frente da presidência do Quénia parece não acalmar as tensões políticas e interétnicas que se instalaram nos últimos quatro meses no país.

Antes da tomada de posse desta manhã, a polícia queniana utilizou bastões e disparou granadas de gás lacrimogéneo durante confrontos com manifestantes.

Os incidentes decorreram em Nairobi pouco antes da tomada de posse na qual se encontravam milhares de apoiantes do Presidente tentavam entrar à força no estádio onde decorreu cerimónia de investidura.

A vitória de Uhuru Kenyatta com 98% dos votos dos 39% de participação no escrutínio no passado mês de Outubro continua a não ser reconhecida pelo líder da oposição, Raila Odinga, que mantém a ameaça de se auto-proclamar presidente, depois de ter boicotado o sufrágio.

Apesar dos protestos levados a cabo pela oposição queniana, o Supremo Tribunal validou na semana passada a vitória de Uhuru Kenyatta, descartando os recursos que tinham sido apresentados em contestação aos resultados eleitorais.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.