Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Catió Baldé: "Melhor jogador africano devia ser local"

Áudio 09:10
Mohamed Salah, avançado egípcio do Liverpool, venceu o prémio de melhor jogador africano de 2017.
Mohamed Salah, avançado egípcio do Liverpool, venceu o prémio de melhor jogador africano de 2017. CRISTINA ALDEHUELA / AFP

Na Gala Anual da Confederação Africana de Futebol, que decorreu em Accra no Gana, o prémio de melhor jogador do ano foi atribuído ao egípcio Mohamed Salah, avançado que actua no Liverpool na Inglaterra. O egípcio levou a melhor sobre o senegalês Sadio Mané também do Liverpool e sobre o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang que actua no Borussia Dortmund na Alemanha. Nesta classificação não há nenhuma jogador a actuar no continente africano porque havia um prémio específico para os jogadores locais, no entanto esse troféu foi suprimido.Catió Baldé, agente desportivo guineense, que nos falou também da situação dos jogadores da África Lusófona, começou por admitir que este prémio de melhor jogador devia ser atribuído a um atleta que actua em África.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.