Acesso ao principal conteúdo
Angola

PM português visita Angola para reforçar cooperação

João Lourenço, presidente de Angola no Parlamento Europeu a 4 de Julho de 2018.
João Lourenço, presidente de Angola no Parlamento Europeu a 4 de Julho de 2018. AFP

Novo ciclo de relações entre Portugal e Angola, com a visita do primeiro-ministro português, António Costa, a partir de segunda-feira, a Angola. Por seu lado, o presidente angolano, visitará, Portugal, em novembro, dando continuidade aos seus périplos europeus, como fez, recentemente, a França, Bélgica ou Alemanha.

Publicidade

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, chega, amanhã, a Luanda, para uma visita oficial de 2 dias a Angola, para relançar a cooperação luso-angolana.

Durante a visita, António Costa vai reunir-se em privado com o Presidente angolano, João Lourenço, para discutir a nova era das relações estratégicas entre os dois países, ensombradas com o processo judicial, em Portugal, contra o vice-presidente de Angola, Manuel Vicente. 

Com a transferência do processo judicial de Manuel Vicente para Angola, iniciou-se  um nova ciclo nas relações entre Luanda e Lisboa, que António Costa e João Lourenço, vão procurar consolidar.

A cooperação económica vai dominar a visita do primeiro-ministro português a, segundo fontes oficiais angolanas. Novos acordos devem ser assinados, nomeadamente, nos domínios, da dupla tributação e comunicação social.

A dívida angolana com Portugal, merecerá, igualmente, abordagem durante as conversações oficiais. 

De notar enfim, que o presidente angolano, João Lourenço, deverá visitar Portugal, no próximo mês de novembro, no quadro da consolidação das relações políticas e económicas entre Angola e Portugal.

De Luanda, o nosso correspondente, Avelino Miguel.

Entretanto, numa altura, em que há todo este interesse da Europa, pelo novo presidente angolano, João Lourenço, que visitou, recentemente, França, Bélgica e Alemanha, muito se fala duma nova era de desenvolvimento de Angola.

Analistas e observadores de diferentes quadrantes políticos e sociais, mostram-se optimistas com o que chamam a nova era de Angola, agora, com João Lourenço.

Orlando Ferraz, Politólogo angolano, residente na Alemanha, acaba de regressar de Angola e traz de lá um olhar optimista e confiante.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.