Acesso ao principal conteúdo
Egipto

Egipto : 40 alegados jihadistas mortos em ataque policial

Militares vigiam pirâmides do Egipto
Militares vigiam pirâmides do Egipto © Reuters

As forças de segurança egípcias mataram, este sábado, 40 alegados ‘terroristas’ durante raides levados a cabo após um atentado contra turistas junto às pirâmides de Gizé, que ainda não foi reivindicado.

Publicidade

Os raides policiais em Gizé e no Norte do Sinai são confirmados em comunicado pelo ministério do Interior egípcio.

No entanto, o ministério não relaciona directamente os raides com a explosão do engenho artesanal, que atingiu um autocarro de turistas, matando três vietnamitas e o seu guia.

Segundo o ministério, os ‘terroristas’ planeavam um conjunto de ataques contra o sector do turismo, locais de culto cristãos e forças de segurança.

Trata-se do primeiro atentado contra turistas desde 2017.

De referir que o sector do turismo, uma fonte de recursos vital no Egipto, começava agora a arrancar, após a queda sofrida na sequência da Primavera Árabe em 2011.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.