Acesso ao principal conteúdo
Migrantes

Papa pede "solidariedade concreta" aos líderes europeus

El Papa Francisco durante la misa de la Epifanía, 6 de enero, 2019.
El Papa Francisco durante la misa de la Epifanía, 6 de enero, 2019. REUTERS/Alessandro Bianchi

"Solidariedade concreta" foi o pedido do Papa Francisco aos líderes europeus.

Publicidade

Este domingo, na mensagem do Ângelus, o sumo pontífice pediu aos governos europeus que acolham os migrantes salvos por dois navios no Mediterrâneo, que aguardam autorização para desembarcar.

"Há vários dias 49 pessoas salvas no Mar Mediterrâneo estão a bordo de dois navios de organizações não-governamentais. Procuram um porto seguro para desembarcar. Dirijo um apelo sentido aos líderes europeus para que mostrem solidariedade concreta em relação a estas pessoas", foram as palavras do líder da Igreja Católica.

O navio Sea Watch 3 resgatou, a 22 de Dezembro, 32 migrantes ao largo da Líbia e outras 17 pessoas foram resgatadas, há uma semana, por um navio da Sea-Eye.

Desde então, tentam obter autorização para aportar.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.