Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Ruanda assinala 25 anos do genocídio

Áudio 10:11
Arranque das comemorações dos 25 anos do genocídio ruandês a 1 de Abril de 2019 com o presidente Paul Kagame em Nyanza, colina onde tinham sido executados 2 500 tutsis.
Arranque das comemorações dos 25 anos do genocídio ruandês a 1 de Abril de 2019 com o presidente Paul Kagame em Nyanza, colina onde tinham sido executados 2 500 tutsis. Pierre René-Worms/RFI

O guineense Carlos Lopes, profundo conhecedor do Ruanda, já trabalhou sob a batuta do actual presidente, Paul Kagame, para além de se ter notabilizado na ONU na sua Comissão para a África, nomeadamente, na capital etíope.Actualmente professor universitário na cidade sul-africana do Cabo ele analisou connosco o contexto das comemorações este fim de semana no Ruanda do 25° aniversário do genocídio, o último do século XX.

Publicidade

Entre Abril e Junho de 1994 foram executadas no Ruanda pelo menos 800 000 pessoas, segundo a ONU, essencialmente da minoria tutsi e também hutus moderados num genocídio perpetrado pelo regime extremista hutu.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.