Acesso ao principal conteúdo
Futebol

CAN 2019: Senegal, leões querem rugir no Egipto

Sadio Mané, estrela do Senegal.
Sadio Mané, estrela do Senegal. SEYLLOU / AFP

Mais um favorito ao título a entrar em prova. O Senegal com a estrela Sadio Mané é apontado como um possível vencedor neste CAN 2019. O desafio deste domingo chama-se Tanzânia.

Publicidade

O Senegal, ‘Os Leões da Teranga’, joga pelas 17h, hora TMG, no Estádio 30 de Junho no Cairo, frente à Tanzânia, num encontro que abre o Grupo C.

Os senegaleses participam pela 15ª vez no Campeonato Africano das Nações, e apesar de serem regularmente apontados como favoritos, nunca venceram a prova. O melhor resultado foi o segundo lugar alcançado em 2002 no Mali. O Senegal também arrecadou três vezes o quarto lugar, em 1965 na Tunísia, em 1990 na Argélia, e em 2006 no Egipto.

Os Leões da Teranga querem rugir e vencer pela primeira vez sobretudo com a presença na equipa de Sadio Mané, a estrela senegalesa que joga nos britânicos do Liverpool, equipa onde também actua Mohamed Salah, o avançado do Egipto.

Quanto à Tanzânia disputa pela segunda o CAN, a primeira foi em 1980 na Nigéria. Recorde-se que para chegar à fase final da prova, os tanzanianos eliminaram os ‘Tubarões Azuis’.

No outro encontro do grupo, a Argélia vai medir forças com o Quénia. Os argelinos são os únicos a terem vencido a prova, neste agrupamento, foi em 1990 no CAN que decorreu na Argélia. O factor casa foi importante para os Fennecs ‘Raposas do Deserto’ na conquista desse título.

No Egipto os argelinos vão tentar chegar ao título, apesar da ‘geração de ouro’, com Brahimi, Mahrez, e Slimani entre outros, estar numa fase descendente.

Quanto ao Quénia não tem nada a perder visto que participa pela sexta vez na prova e nunca ultrapassou a fase de grupos.

O encontro entre Argélia e os quenianos vai decorrer pelas 20h TMG, no Estádio 30 de Junho no Cairo, na capital egípcia.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.