Acesso ao principal conteúdo
Futebol

CAN 2019: Angola e Guiné-Bissau preparam 2ª jornada

Fredy, médio angolano.
Fredy, médio angolano. FADEL SENNA / AFP

Angola e Guiné-Bissau, as duas selecções lusófonos, estão a preparar a segunda jornada neste Campeonato Africano das Nações de futebol que decorre no Egipto.

Publicidade

Angola vai disputar o próximo jogo no sábado 29 de Junho frente à Mauritânia do treinador franco-português Corentin Martins, em Suez pelas 16h30, hora local, num jogo a contar para o Grupo E.

48 horas antes do encontro, já foram realizadas as conferências de imprensa que antecedem os jogos, isto porque a Tunísia e o Mali jogam já nesta sexta-feira no Estádio de Suez.

Em declarações à RFI, Srdjan Vasiljevic, treinador sérvio dos Palancas Negras, afirmou que a equipa está pronta para a batalha frente à Mauritânia, desejando obviamente arrecadar os três pontos. Som recolhido por Eric Mammruth e dobrado por Marco Martins.

Srdjan Vasiljevic, treinador dos Palancas Negras: “Depois do jogo frente à Tunísia, a nossa equipa tem estado a recuperar, preparando-se física e mentalmente. Após 48h, estamos prontos para trabalhar. Estamos a 48h do jogo frente à Mauritânia e estamos a prepará-lo. Aceitamos o que se passou frente à Tunísia, mas o que é certo é que temos apenas um ponto e estamos à procura dos três pontos. Agora é preparar a Mauritânia, conhecêmo-los. Estamos preparados para a grande batalha que vai ser este encontro e vamos ver o que acontece. Esperamos vencer este jogo mas o futebol é um trabalho difícil porque nunca sabemos com antecedência se vamos vencer ou perder. Eu só posso dizer: vamos ver o que vai acontecer”, afirmou o Treinador dos Palancas Negras.

A RFI falou com o médio angolano Fredy, que participa pela primeira vez na competição.

Guiné-Bissau continua preparação

Quanto à Guiné-Bissau já deu início à preparação para o segundo jogo que vai decorrer frente ao Benim a 29 de Junho pelas 22 horas, hora local, em Ismailia, num jogo a contar para o Grupo F.

Em declarações à RFI, Celestino Gonçalves, vice-presidente da Federação Guineense de futebol, pede desculpas ao povo guineense e afirma que frente ao Benim, os Djurtus vão dar tudo para arrecadar os três pontos.

Recorde-se que a Guiné-Bissau perdeu o primeiro encontro frente aos Camarões por 2-0.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.