Acesso ao principal conteúdo
Sudão

Militares e civis assinam acordo de transição

Sudão: Militares e civis assinam acordo de transição
Sudão: Militares e civis assinam acordo de transição EBRAHIM HAMID / AFP

O Conselho Militar de Transição no Sudão e o Movimento de Contestação assinaram oficialmente, este sábado, em Cartum, um acordo final que determina os termos da transferência do poder para os civis. Um novo primeiro-ministro será nomeado esta terça-feira e a composição detalhada do executivo anunciada no próximo dia 28 de Agosto.

Publicidade

Depois de 240 dias de contestação, os militares e os civis assinaram este sábado uma declaração constituição, um acordo para organizar a tranferência do poder para os civis. A partir de amanha o Conselho militar deixará de existir.

O texto que entra hoje em vigor e os diferentes órgãos de transição devem ser aplicados nos próximos dias.

Um novo primeiro-ministro será nomeado esta terça-feira e a composição detalhada do executivo anunciado no próximo dia 28 de Agosto.

A transição deve durar pelo menos três anos e preparar o país para as próximas eleições que deverão ter lugar em 2022.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.