Acesso ao principal conteúdo
RDC

António Guterres no Kivu Norte contra ébola e grupos armados

António Guterrres, secretário-geral da ONU à sua chegada a Beni, no leste RDC 1/09/2019
António Guterrres, secretário-geral da ONU à sua chegada a Beni, no leste RDC 1/09/2019 ALEXIS HUGUET / AFP

António Guterres, secretário-geral da ONU está na RDC em visita oficial, tendo-se deslocado a Goma e Beni, epicentro da epidemia de ébola e palco de violentos conflitos armados.

Publicidade

O secretário-geral da ONU António Guterres, termina esta segunda-feira (2/09) a sua visita oficial de três dias à República Democrática do Congo, avistando-se com o Presidente Félix Tshisekedi em Kinshasa.

Depois de Goma no sábado (31/07), este domingo (1/09) António Guterres visitou um centro de tratamento de ébola em Beni, no Kivu norte, no leste da RDC, epicentro da epidemia de ébola que causou a morte de mais de 2.000 pessoas desde 1 de Agosto de 2018 segundo a OMS, que aponta que dos 3.000 casos reegistados 58% são mulheres e 28% menores.

O Kivu Norte é palco de violentos conflitos entre diferentes grupos armados locais e grupos rebeldes vindos sobretudo do Uganda e António Guterres reafirmou a disponibilidade da ONU e em particular da sua força no terreno a MONUSCO, em continuar a lutar contra os grupos armados.

António Guterres apelou ao fim dos ataques à população e às autoridades congolesas.

"Com a minha presença aqui em Beni, desejo reafirmar o apoio total da MONUSCO, na luta contra os grupos armados, que semeiam o medo e a morte.

A MONUSCO e os seus parceiros, as forças armadas da RDC e a polícia naiconal congolesa, continuarão a trabalhar de mãos dadas para restabelecer a paz e a segurança na região.

Apresento as minhas sinceras condolências às famílias e parentes das vítimas desta violência.

É importante que a população de Beni saiba que ouvimos os seus gritos de desespero pedindo ajuda.

As Nações Unidas no seu todo estão determinadas a apoiar as autoridades congolesas, as comunidades locaias e os actores da sociedade civil, na luta contra a insegurança.

É um dos assuntos que evocarei com as autoridades nacionais nos próximos dias".

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.