Acesso ao principal conteúdo
Cólera/Haiti

Cólera matou mais de 8,5 mil no Haiti desde 2010

Vibrio cholerae: a bacteria que causa o cólera.
Vibrio cholerae: a bacteria que causa o cólera. Wikipedia.

A epidemia de cólera no Haiti matou 8.561 pessoas e infectou 702.892 mil desde sua aparição em 2010. Os números foram citados pela ministra da Saúde haitiana, Florence Duperval. Ela anunciou ainda que o índice vem regredindo. O país combate ainda uma epidemia de febre chikungunya.

Publicidade

As autoridades haitianas criaram um comitê de alto nível com representantes da ONU a fim de lutar contra o cólera. Duperval fez um apelo para que as Nações Unidas e outros parceiros do Haiti levem a cabo “ações concretas e permanentes para erradicar o cólera e propiciar um quadro socioeconômico às famílias afetadas pela epidemia”.

“A partir de 2014, constatamos uma redução de 70% dos casos – isso não quer dizer que a doença não está mais no país”, declarou a ministra. “Ainda há zonas vermelhas, pois nossa situação sanitária não mudou e o problema de acesso à água potável ainda não foi resolvido”, acrescentou.

O Haiti enfrenta paralelamente uma epidemia de febre chikungunya, provocada por picadas de mosquitos. Várias ações foram adotadas para combater a doença, como a fumigação para destruir larvas em regiões de risco e a disponibilidade de remédios em centros de saúde.

Em junho de 2011, um estudo publicado pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA apontou que a cólera, que havia desaparecido do Haiti há 150 anos, retornou por meio dos capacetes azuis nepaleses que foram ao país a população após o terremoto devastador de janeiro de 2010.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.