Acesso ao principal conteúdo
Portugal

Brasil e Angola mais corruptos dos lusófonos

Logótipo da Transparency International
Logótipo da Transparency International http://www.transparency.org

O Brasil e Angola são os dois países lusófonos mais corruptos, a nível da CPLP, e mesmo dos mais corruptos do mundo, segundo os índices de corrupção do relatório mundo 2015, da Transparência Internacional.

Publicidade

Foi divulgado esta quarta-feira, 27 de janeiro, o relatório de 2015, da ONG, Transparência Internacional, que luta contra a corrupção no mundo, estando o Brasil e Angola classificados entre os mais corruptos da Lusofonia.

Aliás, mesmo ao nível mundial, o Brasil e Angola, estão colocados na lista, entre os países mais corruptos, segundo a Transparência internacional, que analisa um total de 168 países.

O primeiro da lista, é a Dinamarca, como país menos corrupto do mundo, enquanto Portugal, figura na vigésima oitava posição, com 63 pontos, a França, em vigésima terceira posição, com 70 pontos.

Em entrevista à RFI, João Paulo Batalha, da Transparência Internacional Portugal, afirma que entre os países da CPLP, "o Brasil este ano é o país que esteve uma maior quebra, em comparação com o ano passado."

"Tem uma queda de 5 pontos e está no lugar 76 da lista, sintoma dos grandes escândalos de corrupção que têm sido noticiados e que estão a ser investigados no Brasil..."

Sobre Angola, o especialista português, João Paulo Batalha, da Transparência Internacional Portugal, afirma que "é o pior da lista dos países de língua portuguesa."

"Angola, repete uma má prestação, como o último da tabela dos países de lígua portuguesa e um dos últimos em todo o mundo, estando na posição 163 em 168 países."

E João Paulo Batalha, sublinha na entrevista, é "porque Angola é de facto um dos regimes mais corruptos do mundo". Clique e ouça!

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.