Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Transferências fantasma de Luaty Beirão e Kalupeteka

Áudio 07:35
Activistas angolanas Rosa Conde e Laurinda Gouveia
Activistas angolanas Rosa Conde e Laurinda Gouveia

As activistas angolanas Rosa Conde e Laurinda Gouveia, que integram o processo dos 15+2 acusados de actos preparatórios de rebelião, foram agredidas fisicamente por dezenas de reclusas da ala feminina do estabelecimento penal da comarca de Viana.Quem mantém protesto pela transferência forçada da prisão de Viana para o hospital-prisão de São Paulo em Luanda é Luaty Beirão.Transferência forçada e secreta a que também alvo Kalupeteka, que está a cumprir uma pena de 28 anos na prisão de Viana, e que foi transferido, na sexta-feira passada, do Huambo para a prisão nos arredores de Luanda, sem conhecimento da família e defesa.O advogado angolano e membro da Associação Mãos Livres, Zola Bambi, que se encarrega, nomeadamente, da defesa de alguns dos 15+2 foi, esta tarde, visitar a activista angolana Rosa Conde à prisão comarca de Viana que relatou as agressões de domingo.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.