Acesso ao principal conteúdo
ANGOLA

Angola viveu ano de crise

José Eduardo dos Santos, presidente angolano, prometeu abandonar o poder em 2018.
José Eduardo dos Santos, presidente angolano, prometeu abandonar o poder em 2018. DR

Angola termina o Ano mergulhada numa grave crise económica e financeira,queaumentou o desemprego e a pobreza extrema da maioria da população. 

Publicidade

O Governo do Presidente Jose Eduardo dos Santos,adoptou medidas macro-económicas
para enfrentar a crise e iniciou um programa de diversificação da economia,para libertar
o país da dependência do petróleo,principal produto de exportação. Várias missões do
Fundo Monetário Internacional visitaram Angola, e projectaram as medidas macro-económicas
para relançar a economia.

O país iniciou a preparação das eleições gerais de 2017. Em 2017,Angola tem dois grandes desafios,
nomeadamente, a realização de eleições gerais livres e transparentes e a implementação de
medidas macro-económicas,capazes de mudar o rumo da economia para o patamar de
crescimento dos últimos anos.

Por outro lado,aguarda-se com expectativa em 2017, a possível retirada da vida política activa
do Presidente dos Santos, no poder há mais de trinta anos, que poderá animar ainda mais a
disputa eleitoral.

Com Avelino Miguel em Luanda.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.