Acesso ao principal conteúdo
Angola/Justiça

Angola: polícia prende burlões de divisas

O Banco Nacional de Angola alega ter sido vítima de uma burla num caso de compra de divisas. Sete pessoas foram detidas pela polícia, outras estariam a monte numa altura de penúria de moeda estrangeira.

Publicidade

O Serviço de Investigação Criminal deteve em Luanda sete cidadãos que se faziam passar por altos funcionários do Banco Nacional de Angola. Os indivíduos teriam burlado cidadãos e empresas com o pretexto de facilitarem a aquisição de divisas.

De acordo com as autoridades angolanas, os burlões identificavam previamente as vítimas e depois via telefone ou pessoalmente apresentavam-se como facilitadores para aquisição de divisa. Às vítimas forneciam os números de contas bancárias para estas procederem ao depósito dos valores acordados.

Feito e confirmado o depósito, os indivíduos levantavam o dinheiro e desligavam os telefones.

Do grupo, sete pessoas foram detidas e outras, número não revelado pelo Serviço de Investigação Criminal, estariam em fuga.

Como forma de os credibilizar os burlões usavam passes de identificação do Banco Nacional de Angola.

O Serviço de Investigação Criminal não revelou o montante concreto de dinheiro angariado.

 

 

 

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.