Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Angola e Moçambique pioram no ranking da Repórteres Sem Fronteiras

Áudio 06:16
O relatório da RSF para  2016 em imagens.
O relatório da RSF para 2016 em imagens. RSF

A organização Repórteres Sem Fronteiras publicou hoje o seu relatório anual sobre a liberdade de imprensa no mundo, um relatório em que globalmente considera que a situação dos jornalistas pelo mundo fora tem vindo a piorar, nomeadamente na Rússia, nos Camarões mas igualmente na China, com a multiplicação dos exemplos de jornalistas agredidos ou detidos de forma arbitrária no âmbito do exercício da sua profissão. A África lusófona neste contexto não é excepção. Apesar de melhorias verificadas nomeadamente em Cabo Verde que subiu 5 lugares estando agora em 27° lugar ou na Guiné-Bissau que subiu dois escalões estando agora no 77° lugar em 2016, Moçambique e Angola viram a sua situação piorar, Moçambique passou para o 93° lugar e Angola desceu dois escalões estando agora no 125° lugar. Na óptica de Teixeira Cândido, secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas de Angola, esta situação relaciona-se com a nova lei de imprensa que entrou recentemente em vigor naquele país.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.