Acesso ao principal conteúdo
ANGOLA

Angola: oposição vai impugnar resultados das eleições

Adeptos da UNITA ostentando o famoso galo negro.
Adeptos da UNITA ostentando o famoso galo negro. AFP

A CASA-CE promete impugnar já nesta sexta-feira junto do Tribunal constitucional os resultados definitivos das eleições que deram a vitória ao MPLA com mais de 61% dos votos. A UNITA, por seu lado, descartou legitimar instituições resultantes de actos contrários à lei.

Publicidade

A coligação CASA-CE, que teria obtido 9,4% dos votos, em conferência de imprensa nesta quinta-feira em Luanda prometeu, por intermédio de Lindo Bernardo Tito, vice-presidente, impugnar os resultados já nesta sexta-feira.

O dirigente político denunciou uma série de irregularidades que a seu ver teriam manchado o processo eleitoral o que justificam o seu recurso junto do Tribunal constitucional.

Ele emitiu, porém, reservas quanto a dois juízes desse mesmo órgão, Raul Araújo e Onofre dos Santos que alegou estarem a usar as redes sociais, ainda antes de receberem o caso contencioso e "a tomarem partido da situação".

Confira aqui um excerto da conferência de imprensa da CASA-CE.

Lindo Bernardo Tito, vice-presidente da CASA-CE

Por seu lado a UNITA, que teria obtido 26,67% dos votos, enumerou uma série de irregularidades, incluindo um tratamento desigualitário por parte dos meios de comunicação social públicos das diversas candidaturas em favorecimento do candidato do partido no poder, o MPLA.

O partido do galo negro promete recorrer aos tribunais. O seu porta-voz Alcides Sakala, leu em conferência de imprensa um comunicado do comité permanente denunciando infracções no processo eleitoral.

Confira aqui um excerto da conferência de imprensa da UNITA.

Alcides Sakala, porta-voz da UNITA

Com a colaboração em Luanda de Daniel Frederico.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.