Acesso ao principal conteúdo
Angola

Angola : Deputados tomam posse no Parlamento

Assembleia Nacional, Luanda
Assembleia Nacional, Luanda RFI/NeidyRibeiro

Os duzentos e vinte deputados eleitos nas eleições Gerais de 23 de Agosto deste ano tomaram os seus assentos na Assembleia Nacional, para um mandato de cinco anos.

Publicidade

A cerimónia teve lugar hoje, dia 28, no hemiciclo da Assembleia Nacional de Luanda, com a tomada de posse dos 220 deputados eleitos nas eleições do 23 de Agosto passado por um período de 5 anos.

A cerimónia foi presidida por Fernando da Piedade Dias dos Santos, o Presidente cessante da Assembleia Nacional que deu continuidade na liderança do parlamento com 218 votos a favor da sua reeleição.

Presidente do parlamento angolano aquando da sua recondução na liderança da Assembleia nacional.
Presidente do parlamento angolano aquando da sua recondução na liderança da Assembleia nacional. AFP

É de salientar a ausência do deputado Abel Chivukuvuku (CASA-CE) que abdicou do seu lugar em prol de André Mendes de Carvalho “Miau”, o número 2 da lista da sua coligação.

Já Isaías Samakuva, líder da UNITA, maior força da oposição, tomou posse indicando, porém, o número 52 da lista para preencher a vaga.

Dos 220 deputados eleitos no escrutino, 59 são mulheres e 161 são homens, num hemiciclo com nova maioria absoluta do MPLA, partido que governa Angola desde a independência em 1975.

Os 220 deputados angolanos tomaram posse hoje, inclindo a oposição que ameaçara não assumir os seus lugares no hemiciclo.

A oposição que continua a reivindicar a transmissão em directo nos meios de comunicação audiovisuais dos trabalhos parlamentares.

David Mendes, advogado e novo deputado da UNITA, maior partido da oposição, promete trazer as revindicações da sociedade civil para o parlamento.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.