Acesso ao principal conteúdo
ANGOLA

Angola: Chevron em tribunal por derrame em Cabinda

Bomba de gasolina da Chevron na Califórnia em 2013.
Bomba de gasolina da Chevron na Califórnia em 2013. REUTERS/Mike Blake

A empresa petrolífera norte-americana Chevron responde em julgamento em Cabinda por um derrame de 2005 que teria penalizado mais de 1 000 pescadores no enclave angolano. Estes pedem indemnizações e denunciam as frequentes catástrofes ambientais ali ocorridas.

Publicidade

-A petrolífera norte-americana Chevron, está a ser julgada no Tribunal Provincial de Cabinda, acusada por pescadores locais pelo um derrame de petróleo no mar da região.

Mais de mil pescadores de pesca artesanal,moveram um processo judicial contra a Chevron, pelo derrame de petróleo em 2005, durante três dias, que afectou as praias de Cabinda e danificou o seu material pescatório. O derrame que afectou igualmente, o ecossistema marinho, impediu os pescadores de pescarem durante noventa dias.

Os pescadores de Cabinda,exiem uma indnmizaçao da Chevron pelos danos causados. A Chevron deve pronunciar-se sobre o assunto proximamente.

Os derrames de petróleo são frequentes no mar de Cabinda , produtor de mais de cinquenta  por cento do petróleo de Angola.

Confira aqui a correspondência de Avelino Miguel em Luanda.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.