Acesso ao principal conteúdo
Angola/Namíbia

Angola : detida rede namibiana de tráfico de seres humanos

O tráfico de seres humanos é um fenómeno mundial que afecta milhões de pessoas
O tráfico de seres humanos é um fenómeno mundial que afecta milhões de pessoas Caritas

Detida no Cunene, uma rede namibiana de traficantes de seres humanos, que agia em conivência com angolanos residentes na Namíbia para onde pretendia transportar 16 angolanos com entre 8 e os 33 anos de idade.

Publicidade

As autoridades policiais angolanas estão preocupadas com o aumento das redes de tráfico de seres humanos, que utilizam as fronteiras com os países vizinhos.

A polícia da província do Cunenne, no sul de Angola, detectou na fronteira com a Namíbia uma rede namibiana de traficantes de seres humanos, que pretendiam transportar para o país vizinho 16 angolanos, a pretexto de empregá-los nos sectores da agricultura, pecuária, construção civil, comércio, exploração mineral e trabalho doméstico.

Segundo a polícia na viatura fiscalizada encontravam-se 16 cidadãos angolanos, com idades compreendidas entre os 8 e 33 anos.

As redes de tráfico de seres humanos têm apoio de colaboradores angolanos residentes na Namíbia.

O aumento da pobreza em Angola tem contribuido para o crescente tráfico de seres humanos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.