Acesso ao principal conteúdo
Angola/RDC

RDC: Joseph Kabila deixou Angola

Joseph Kabila, Presidente da RD Congo.
Joseph Kabila, Presidente da RD Congo. REUTERS/Kenny Katombe

Terminou nesta sexta-feira, 3 de Agosto, a visita oficial do Presidente da República Democrática do Congo, Joseph Kabila, a Angola, onde nunca abordou perante os jornalistas o seu futuro político, nem as eleições que se devem realizar em território congolês.

Publicidade

O Presidente congolês, Joseph Kabila, regressou nesta sexta-feira ao seu país, após uma visita de dois dias a Luanda, a capital angolana.

Nesta sexta-feira, Joseph Kabila visitou a base petrolífera angolana Sonils, onde foi informado do seu funcionamento, seguindo depois para o Museu das Forças Armadas angolanas, antes de partir para o Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, de onde saiu para Kinshasa.

Joseph Kabila não falou à imprensa, enquanto Manuel Augusto acabou por falar aos jornalistas.

Manuel Augusto, ministro dos Negócios Estrangeiros de Angola, disse que os objectivos da visita foram atingidos e que pediu que a Constituição seja respeitada.

"Globalmente a visita atingiu os seus objectivos, dos quais o principal era estreitar a cooperação económica, comercial, cultural e de boa vizinhança entre Angola e a RDC. Acreditamos que os dados que nos deu sobre o processo (ndr: de realização das eleições na RDC, a 23 de Dezembro de 2018) são satisfatórios. Na qualidade de Presidente da SADC, o Presidente João Lourenço, tem o dever de estar informado para depois poder informar os outros países da Região. Nós pedimos o respeito da Constituição em todos os países", assegurou Manuel Augusto.

Ouça a Reportagem do nosso correspondente, Daniel Frederico.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.