Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Presidente João Lourenço deve dar oportunidades à diáspora

Áudio 11:34
Aperto de mão entre João Lourenço e Angela Merkel. Berlim, 22/08/18
Aperto de mão entre João Lourenço e Angela Merkel. Berlim, 22/08/18 REUTERS/Hannibal Hanschke

O presidente angolano João Lourenço efectua desde hoje uma visita oficial de dois dias à Alemanha, a convite da chanceler Angela Merkel.Nesta sua terceira viagem oficial à Europa, depois da França e da Bélgica, João Lourenço viaja com uma importante delegação, que inclui 9 ministros e representantes de 50 empresas privadas e 27 estatais, que hoje participaram no VII Fórum Económico Angola-Alemanha.O cidadão angolano Teka Ntu, reside hà 35 anos na Alemanha, onde fundou o partido ARDA - Acção pelo Reforço da Democratização em Angola, que está em processo de legalização junto do Tribunal Constitucional no seu país e com o qual pretende candidatar-se às eleições presidenciais de 2022.Teka Ntu, considera que João Lourenço tem tido um desempenho positivo, embora não tenha ainda conseguido livrar-se dos "corruptos", mas sente-se "excluído", por ter sido convidado pelo governo alemão e não pela embaixada de Angola para o encontro do Presidente com a comunidade angolana residente na Alemanha.Teka Ntu pede ainda a demissão do embaixador de Angola em Berlim Alberto Correia Neto que insultou os angolanos, afirmando que grande parte vive da segurança social alemã.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.