Acesso ao principal conteúdo
Angola

Tchizé teme assassínio do irmão

José Filomeno dos Santos, filho do ex-presidente de Angola José Eduardo dos Santos
José Filomeno dos Santos, filho do ex-presidente de Angola José Eduardo dos Santos DR

Tchizé dos Santos teme pela vida do irmão José Filomeno dos Santos, detido desde segunda-feira.

Publicidade

Welwitschia dos Santos, conhecida por “Tchizé”, saiu esta quinta-feira em defesa do seu irmão José Filomeno dos Santos, detido desde segunda-feira. A deputada do MPLA desde 2008 diz-se preocupada com o seu meio-irmão, garantiu que Zénu não sofre de qualquer “de desequilíbrio emocional ou psicológico” nem de nenhuma dependência. Tchizé receia que os boatos de toxicodependência sirvam de pretexto para matar o seu irmão.

José Filomeno Sousa dos Santos não é, nem nunca foi toxicodependente. (…) Começa a haver uma certa de preocupação com este tipo de rumores sobre suicídios e toxicodependência. Porque a não haver provas do seu envolvimento nos crimes de que é acusado, espero que não haja a tentação de matarem o nosso ente querido, o nosso familiar dentro da prisão a pretexto que é toxicodependente e conseguiu pôr drogas na prisão para se matar ou a pretexto que se suicidou”, sublinhou a filha de José Eduardo dos Santos.

Membro do comité central do partido no poder em Angola, Tchizé dos Santos acrescenta que o seu irmão “nunca foi nem alcoólico nem toxicodependente de nenhuma sorte, nem viciado em mecanismos. Nem tem nenhum tipo de desequilíbrio emocional ou psicológico”.

O Ministério Público angolano decretou, esta segunda-feira (24/09/18), a prisão preventiva de José Filomeno dos Santos e de Jean-Claude Bastos de Morais, empresário suíço-angolano, sócio do filho do ex-presidente de Angola. Ambos detidos pelo alegado envolvimento numa transferência ilícita de 500 milhões de dólares em prol de uma agência em Londres do banco Crédit Suisse.

O ex-presidente do Fundo Soberano de Angola está detido hospital-prisão São Paulo, no distrito do Rangel, arredores de Luanda. Está colocado numa vivenda existente no estabelecimento prisional, separada por grades da ala destinada aos restantes reclusos. A alimentação do filho varão do ex-presidente de Angola é-lhe fornecida directamente pela família.

Em Novembro de 2017, o Presidente angolano, João Lourenço, ordenou ao Ministério da Comunicação Social a retirada da gestão do segundo canal da Televisão Pública de Angola à empresa Semba Comunicação, de Welwitchia dos Santos e de José Paulino dos Santos "Córeon Dú", ambos filhos do ex-chefe de Estado, José Eduardo dos Santos.

Com a colaboração de Daniel Frederico, correspondente em Luanda.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.