Acesso ao principal conteúdo
Angola/China

“Investimento chinês vai desenvolver Angola”

Xi Jinping recebe João Lourenço em Pequim.
Xi Jinping recebe João Lourenço em Pequim. GREG BAKER / AFP

O Presidente angolano considera que o investimento privado chinês em será um “importante facto dinamizador da economia e do desenvolvimento do país”. A China vai conceder um empréstimo de 2 mil milhões de dólares a Angola.

Publicidade

No final do encontro com o homólogo Xi jin Ping, João Lourenço, agradeceu o investimento privado chinês em Angola, considerando tratar-se de “um importante factor dinamizador da economia e desenvolvimento de Angola”.

“Estes será um importante factor dinamizador da economia e desenvolvimento do nosso país, por via da geração de recursos, aumentando a produção interna de bens e serviços de consumo e de exportação que irão fortalecer a capacidade de geração de divisas”, referiu.

João Lourenço lembrou que Angola vive uma “era de maior abertura” com “maior transparência e concorrência nos negócios” e mais “combate à corrupção”.

Uma nova era com um programa ambicioso de reformas, apresentado às autoridades chinesas, que assenta na construção de infra-estruturas (estradas, caminhos de ferros, portos, aeroportos e barragens), água potável, energia eléctrica e hospitais e escolas.

João Lourenço termina hoje a vista de dois dias à China, uma deslocação que resulta na assinatura de vários e acordos e num empréstimo de 2 mil milhões de dólares para Angola.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.