Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Feira de Paris AKAA: "falta cultura da cultura em Angola"

Áudio 11:57
Director da galeria Espaço Luanda Arte, Dominick Maia-Tuner
Director da galeria Espaço Luanda Arte, Dominick Maia-Tuner RFI

Arrancou a 3ª edição da feira de arte africana Also Knows As Africa (AKAA). Criada em 2013 e fundada em 2016 pela franco-americana Victoria Mann, decorre até domingo no Carreau du Temple, em Paris.Esta edição conta com 45 galeristas, de 15 países, que apresentam ao público, coleccionadores e profissionais do mundo da arte, os vários universos de criação africano.Contrariamente às edições anteriores, a AKKA conta este ano com apenas uma galeria angolana. A Espaço Luanda Arte - ELA - trouxe trabalhos dos angolanos Van, Paulo Kapela, Ricaro Kapuka e António Ole.Em África os problemas estão a agravar-se, sente-se a falta de apoios, a falta cultura da cultura, quando existe uma grande riqueza cultura no continente aponta o director da galeria Ela, Dominick Maia-Tuner.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.