Acesso ao principal conteúdo
ANGOLA

Lourenço confirma em Lisboa visita de Rebelo de Sousa

Presidente angolano, João Lourenço em visita oficial a Portugal.
Presidente angolano, João Lourenço em visita oficial a Portugal. Lusa/Mário Cruz

A convite do Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, o chefe de Estado de Angola, João Lourenço, iniciou esta quinta-feira uma visita de Estado de três dias a Portugal.Quase dez anos depois da visita do ex-Presidente angolano José Eduardo dos Santos, esta é a primeira visita de Estado de João Lourenço a Portugal.O Presidente de Angola está acompanhado pela Primeira-Dama, Dr.ª Ana Dias Lourenço, e de uma delegação ministerial e de membros do seu Gabinete.

Publicidade

"Um novo ciclo " nas relações de Portugal e Angola, é a expressão usada pelos Presidentes Marcelo Rebelo de Sousa e João Lourenço e que pode servir para caraterizar a visita de Estado que o Presidente angolano iniciou esta quinta-feira, a Lisboa.

Uma forte componente político-diplomática e também económica, marcam o programa de uma visita que dá continuidade ao trabalho desenvolvido durante a visita do primeiro-ministro de Portugal, António Costa, a Luanda, em Setembro, de forma a consolidar o relacionamento entre os dois países nas mais diversas áreas.

No palácio de Belém, onde recebeu o seu homólogo angolano, o Presidente português considerou que, "ultrapassadas recriminações, suspeitas e incompreensões", é bom que os acordos sirvam necessidades concretas dos povos.

No ambito angolano, o Presidente João Lourenço, afirma que o país está a viver uma nova fase e que conta com Portugal para diversficar a sua economia.

Além das quase duas dezenas de acordos e protocolos que serão assinalados durante esta visita de Estado, João Lourenço adiantou que outros seriam assinados aquando da visita de Marcelo Rebelo de Sousa a Angola, no próximo ano.

No segundo dia de visita, o Presidente de Angola vai estar no Porto onde participará no seminário económico Portugal-Angola. A seguir encontra-se com o primeiro-ministro português, António Costa.

Confira o áudio com o nosso correspondente em Lisboa, Luís Guita.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.