Acesso ao principal conteúdo
Angola

Presidente de Angola termina visita de estado a Portugal

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, acompanhado do homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, na sua visita a Portugal
O chefe de Estado angolano, João Lourenço, acompanhado do homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, na sua visita a Portugal LUSA/MÁRIO CRUZ

O presidente angolano, João Lourenço, termina hoje a sua visita de Estado a Portugal, onde afirmou antever um "futuro promissor" e um "clima desanuviado" nas relações entre os dois países. Foram assinados 13 acordos de cooperação e anunciada a visita do seu homólogo português Marcelo Rebelo de Sousa a Angola.

Publicidade

O chefe de Estado de Angola, João Lourenço, termina hoje a sua visita oficial de 3 dias a Portugal que permitiu relançar as relações políticas e económicas entre os 2 países.

Portugal e Angola assinaram 13 novos acordo de cooperação, a maioria no sector económico.

Angola quer o envolvimento do sector empresarial português na diversificação da sua ecnomia e apoio significativo nas áreas da educação e saúde. 

As autoridades portuguesas garantiram a João Lourenço, o seu apoio no combate à corrupção colaborando no repatriamento de capitais angolanos ilícitos em bancos portugueses tendo em conta a legislação vigente nos 2 países e as regras internacionais.

A primeira visita do presidente João Lourenço a Portugal  foi seguida com interesse pelos observadores políticos e económicos em Angola.

De Luanda, o nosso correspondente, Avelino Miguel. 

Ainda em Portugal, o presidente angolano, João Lourenço, apostou num "futuro promissor" e num "clima desanuviado" nas relações entre Lisboa e Luanda.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.