Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Acordo de Paris, poucas foram as promessas cumpridas

Áudio 07:18
Arlindo Carvalho, Director-Geral do Ambiente de São Tomé e Príncipe
Arlindo Carvalho, Director-Geral do Ambiente de São Tomé e Príncipe Cristiana Soares

Três anos após o Acordo de Paris, poucas foram as promessas cumpridas. Quem o garante é Arlindo Carvalho, Director-Geral do Ambiente de São Tomé e Príncipe que em Katowice, Polónia, participa na cimeira do Clima COP24.África já fez saber que quer avanços nesta COP24, mas muitos são os países que continua a tratar estas questões de “ânimo leve”, sublinha o governante são-tomense. Sobre o Brasil não receber a COP 25, Arlindo Carvalho diz que quem fica a perder é mesmo o estado brasileiro.O Director-Geral do Ambiente de São Tomé e Príncipe começou esta conversa com as expectativas do encontro.A COP24 decorre até dia 14 de Dezembro na Polónia.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.