Acesso ao principal conteúdo
Angola

Angola aprova OGE na especialidade

Abertura da 2ª sessão legislativa da IV legislatura na Assembleia Nacional angolana
Abertura da 2ª sessão legislativa da IV legislatura na Assembleia Nacional angolana amp

Em Angola foi aprovado na especialidade o Orçamento Geral do Estado para 2019, no valor de 32,2 mil milhões de euros. A oposição votou contra por considerar ser insuficiente o valor atribuído ao sector social, designadamente os 7% para a saúde e 6% para a educação.

Publicidade

O Orçamento que será aprovado na globalidade no próximo dia 14 de Dezembro recebeu as críticas dos partidos da oposição e da sociedade civil que consideram insuficiente o valor atribuído ao sector social, designadamente os 7% destinados ao sector da saúde e 6% para a educação.

Críticas da oposição não tem grande impacto face a maioria parlamentar do MPLA que defende que o Orçamento Geral do Estado para 2019 vai por o país a crescer.

Com um OGE avaliado em 32,2 mil milhões de euros o executivo angolano pretende relançar o sector produtivo, em particular a agricultura e continuar com um processo de estabilização macroeconómica.

O orçamento para 2019 foi elaborado com base na referência do preço do barril de petróleo a 68 dólares, contudo a descida do preço do crude vai obrigar o executivo a efectuar uma revisão do documento.

De acordo com ministro das Finanças, Archer Mangueira, esta revisão deve acontecer depois primeiro trimestre de 2019.

Entretanto o secretário-geral da organização dos Países Exportadores de Petróleo realiza uma nos próximos dias 17 a 19 deste mês, uma visita de trabalho a Angola. A visita acontece depois da organização ter decidido fazer um corte até 1,2 milhões de barris por dia a partir de Janeiro, para travar o declínio dos preços registados nas últimas semanas.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.