Acesso ao principal conteúdo
Angola

Angola e França criam clube de empresários para cooperação

Presidente francês Macron, recebeu homólogo angolano, João Lourenço, a  28 de maio de 2018.
Presidente francês Macron, recebeu homólogo angolano, João Lourenço, a 28 de maio de 2018. REUTERS/Philippe Wojazer

Foi divulgado na noite passada em Luanda o lançamento de um Clube de empresários Angola-França, uma iniciativa visando dinamizar a cooperação económica, para além do campo petrolífero. E isto no ano em que está mesmo agendada a deslocação a Angola do presidente francês, Emmanuel Macron. 

Publicidade

As relações bilaterais entre Luanda e Paris conheceram um novo impulso com o lançamento do CLube de empresários Angola/França.

A Associação de direito angolano, foi criada em setembro de 2018, sob o impulso dos embaixadores de Angola, em Paris e de França, em Luanda, para dinamizar as relações económicas entre os dois países, cujos negócios atingiram o ano pasado a cifra de mais de mil milhões de euros. 

São igualmente prioridade do Clube de empresários, a organização de foruns de intercâmbio de carácter económico e industrial e a promoção do comércio, do investimento financeiro e da indústria. 

 O Clube conta  já com 45 membros de empresas angolanas e francesas e poderá atingir a cifra de 100 filiados nos próximos, segundo os organizadores. 

O Conselho de administração da Associação é chefiado por Luis Liberato, da empresa TCHNIP-FMC e Carlos Saturnino da Sonangol é o Presidente da assembleia geral.

As relações entre Angola e a França conheceram novos desenvolvimentos, depois da visita do Presidente João Lourenço ao país europeu o ano passado.

Os dois países definiram como prioridades na cooperação os sectores da agricultura, cultura e turismo. 

De Luanda, o nosso correspondente, Avelino Miguel.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.