Acesso ao principal conteúdo
Convidado

África tem de “resolver os conflitos que levam à deslocação das populações"

Áudio 04:55
Téte António, secretário de Estado das Relações Exteriores de Angola
Téte António, secretário de Estado das Relações Exteriores de Angola Cristiana Soares

Arrancou esta quinta-feira o Conselho de Ministros da União Africana, um encontro que antecede a 32ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da União Africana.Para os líderes africanos 2019 é o ano dos “Refugiados, retornados e deslocados internos: rumo a soluções duradouras para o deslocamento forçado em África”.Esta cimeira de ficará igualmente marcada pela chegada à cadeira da presidência rotativa o chefe de Estado egípcio. Abdel Fattah al-Sissi vai substituir na presidência da organização africana Paul Kagame, Presidente do Ruanda.Téte António, secretário de Estado das Relações Exteriores de Angola, que representa o país nesta 34ª Sessão Ordinária do Conselho Executivo da União Africana, faz um balanço positivo da presidência Kagame, sublinha a importância da temática dos refugiados no continente e ressalva que África tem de “resolver os conflitos que levam à deslocação das populações”.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.