Acesso ao principal conteúdo
Angola

Angola: equipa de futebol do ASA em greve e a de basket ameaça

Angola: logótipo do clube Atlético Sport Aviação - ASA -
Angola: logótipo do clube Atlético Sport Aviação - ASA - ASA -Atlético sport Aviação

Em Angola a equipa de futebol do ASA, que ocupa o 12° lugar do Girabola, depois de ter sido campeã, está em greve desde quarta-feira para reclamar oito meses de salários em atraso, enquanto a de basquetebol ameaça entrar em greve.

Publicidade

A equipa de futebol do Atlético Sport Aviação - ASA - entrou em greve esta quarta-feira (6/02) para reclamar oito meses de salários em atraso, o que segundo a direcção do clube se deve à falta de cumprimento por parte do patrocinador - o Ministério dos Transportes.

Pelas mesmas razões a equipa de basquetebol do ASA ameaça também entrar em greve, para exigir três anos de incumprimento pela direcção no pagamento de subsídios e prémios de jogo.

O ASA é um clube histórico de Angola, fundado em 1953, que se tem distinguido nas modalidades de futebol, basquebol e andebol feminino, mas enfrenta dificuldades financeiras pelo menos hà cinco anos, o que já levou à demissão de dirigentes.

O jornalista desportivo do Jornal de Angola Onorato Silva, lamenta esta situação, mas espera que ainda se encontre alguma solução, como tem sucedido no passado "lamento a situação que o ASA está a viver, pelo seu histórico, como a força do desporto angolano depois da independência...é um clube que aposta muito na formação, em futebol, basquetebol, andebol feminino, modalidade na qual é o país com mais títulos no continente africano".

O ASA é financiado pelo Ministério dos Transportes, mas para Onorato Silva "o Estado não está em condições de se desobrigar desta responsabilidade de subsidiar ou de suportar o desporto, porque se o Estado se retirar o desporto pára em Angola".

Onorato Silva afirma que esta é uma situação recorrente e acredita apesar da crise que "alguma instituição pública, privada ou até o patrocinador do ASA, numa situação de contingência encontre uma solução para as necessidades imediatas do clube...não na plenitude, mas pelo menos para remediar a situação".

Segundo este jornalista desportivo "a equipa de futebol do ASA tem competência desportiva até face às equipas que se assumem como candidatas à conquista do título...por isso são questões administrativas e financeiras que têm impedido que este voo do ASA atinja a altitude considerada normal, infelizmente esse voo vai-se afigurando razante e até com riscos de despenhamento...[o que poderia culminar] na desistência quer do Girabola, quer do campeonato de basquetebol".

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.