Acesso ao principal conteúdo
Convidado

UA tem de olhar para “especificidades dos países insulares”

Áudio 04:57
Fernando Elísio Freire, ministro cabo-verdiano da Presidência do Conselho de Ministros
Fernando Elísio Freire, ministro cabo-verdiano da Presidência do Conselho de Ministros Cristiana Soares/RFI

Em Addis Abeba, na Etiópia as diferentes delegações dos estados-membros desdobram-se este sábado em reuniões e encontros bilaterais. A 32ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da União Africana subordinada ao tema dos refugiados e deslocados decorre entre, amanhã e segunda-feira, na sede da organização pan-africana.Fernando Elísio Freire, ministro dos Assuntos Parlamentares e da Presidência do Conselho de Ministros de Cabo Verde, representou o seu país no Conselho Executivo, reunião que antecede e prepara a Cimeira de Chefes de Estado.Ao microfone da RFI, o governante cabo-verdiano deu conta das expectativas para a próxima presidência rotativa da União Africana e alertou que a organização continental tem de "olhar para as especificidades dos países insulares". 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.