Acesso ao principal conteúdo
Desporto

Guiné-Bissau: As dificuldades da luta livre

Áudio 06:12
Imagem de Ilustração.
Imagem de Ilustração. Xaume Olleros / AFP

Com o país mergulhado numa crise político-social, os atletas guineenses da modalidade de luta livre sentem-se abandonados pelas autoridades competentes. O alerta foi dado por Augusto Midano, tricampeão de luta livre em 2016, que acusa os responsáveis políticos de terem feito promessas no passado, promessas que nunca cumpriram. Em entrevista à RFI, Leopoldina Ross Davis, descreve as dificuldades de ser atleta num país onde o "futebol é rei".

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.