Acesso ao principal conteúdo
Angola/ "Zungueiras"

Morte de "zungueira" em Luanda dá origem a tumultos

Vendedoras ambulantes - “Zungueiras” - exibem a sua mercadoria nas imediações do mercado de São Paulo, em Luanda ( imagem de ilustração)
Vendedoras ambulantes - “Zungueiras” - exibem a sua mercadoria nas imediações do mercado de São Paulo, em Luanda ( imagem de ilustração) AMPE ROGÉRIO/LUSA

A morte de uma vendedora ambulante ("zungueira"), no fim da tarde de terça-feira, em Luanda, pela polícia, causou tumultos violentos entre as forças da ordem e populares no Bairro Rocha Pinto. Barricadas e queima de pneus bloquearam a circulação na Avenida 21 de Janeiro, uma das mais importantes para a circulação rodoviária na capital angolana.

Publicidade

A morte duma "zungueira" na capital angolana originou tumultos e confrontos entre populares e a polícia, durante os quais se registaram vários feridos e a vandalização de viaturas da polícia e outros veículos que circulavam na via.

Os populares, furiosos, vandalizaram igualmente as instalações da Administração Local do Estado. A polícia foi obrigada a utilizar a unidade de intervenção rápida durante mais de três horas, para repor a ordem e garantir a circulação rodoviária.

Segundo a polícia, num comunicado de imprensa, o agente que efectuou o disparo contra a vendedora, será responsabilizado criminalmente, e um inquérito decorre para determinar a causa dos confrontos.

A polícia angolana iniciou o ano passado a Operação Resgate, que visa repor a ordem pública e combater a vandalização dos bens públicos. O combate à venda ambulante nas ruas de Luanda tem causado frequentes confrontos entre a policia e os vendedores, na sua maioria mulheres.

Oiça aqui a crónica de Avelino Miguel, correspondente da RFI em Luanda

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.