Acesso ao principal conteúdo
Angola

Desmantelamento de rede de tráfico de seres Humanos

Quatro cidadãos vietnamitas e um chinês foram detidos no Município de Viana, por agentes do Serviço de Investigação Criminal, acusados de tráfico de seres Humanos.
Quatro cidadãos vietnamitas e um chinês foram detidos no Município de Viana, por agentes do Serviço de Investigação Criminal, acusados de tráfico de seres Humanos. Imagem de ilustração

A polícia angolana desmantelou nestes últimos dias uma rede de tráfico de seres Humanos na província de Luanda, envolvendo cidadãos asiáticos.

Publicidade

No âmbito da operação policial, quatro cidadãos vietnamitas e um chinês foram detidos no Município de Viana, por agentes do Serviço de Investigação Criminal, acusados de tráfico de seres Humanos. As vítimas são jovens mulheres oriundas da Ásia, especificamente do Vietname e da China, que eram aliciadas a emigrarem para Angola a pretexto de trabalharem em supostas empresas.

Quando chegavam em Angola, de acordo com as forças da ordem, as vítimas acabavam por ser sequestradas e obrigadas a prostituírem-se numa hospedaria cujos clientes eram cidadãos vietnamitas e chineses. O proprietário da hospedaria e um dos principais chefes da rede criminosa estão em fuga, sendo que os indivíduos detidos têm estado a viver em Angola de forma ilegal.

Em Angola, vivem milhares de cidadãos asiáticos, na sua maioria chineses cujo número é estimado em cerca de 73 mil, segundo dados oficiais. Em Angola, os chineses estão presentes em diversos sectores, nomeadamente a construção civil, mas também o comércio, as relações económicas entre Angola e a China tendo conhecido um forte impulso desde que estabeleceram a sua parceria de cooperação estratégica em 2010.

Mais pormenores com Avelino Miguel.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.