Acesso ao principal conteúdo
UNESCO

UNESCO assinala Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP

UNESCO celebra a 22 de Maio o dia da Língia Portuguesa e da Cultura nos países da CPLP
UNESCO celebra a 22 de Maio o dia da Língia Portuguesa e da Cultura nos países da CPLP UNESCO

A sede da UNESCO, em Paris, celebra, esta quarta-feira, o Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP com os humoristas português Ricardo Araújo Pereira e o franco cabo-verdiano Fary, os músicos portugueses Sterreosauro, Dino D'Santiago, Chullage e o grupo moçambicano Kakana.

Publicidade

 

A sede da UNESCO, em Paris, celebrou, esta quarta-feira (22/05) o Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP com os humoristas Ricardo Araújo Pereira e Fary, os músicos Sterreosauro, Dino D'Santiago, Chullage e o grupo Kakana e uma homenagem aos escritores Sophia de Mello Breyner Andersen e Germano Almeida, respectivamente laureados com o Prémio Camões em 1999 e 2018.

A sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) foi palco, esta quarta-feira, do Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP.

A cerimónia contou com os humoristas português Ricardo Araújo Pereira e cabo-verdiano Fary, os músicos português Stereosauro, cabo-verdiano Dino D’Santiago, luso-cabo-verdiano Chullage, o grupo moçambicano Kakana e uma homenagem aos escritores Sophia de Mello Breyner e Germano Almeida.

O Representante Permanente de Portugal junto da UNESCO, António Sampaio da Nóvoa, sublinhou que “todos os países da CPLP estão aqui a trazer a língua portuguesa para este palco maior do multilateralismo”.
Queremos que a língua portuguesa faça parte das preocupações das organizações multilaterais no mundo e, em primeiro lugar, daquela que mais directamente tem a ver com os temas da educação, da cultura - que é a UNESCO - e é isso que estamos a fazer hoje neste Dia da Língua Portuguesa”, afirmou António Sampaio da Nóvoa.

Quanto ao programa cultural para celebrar o dia, Sampaio da Nóvoa sublinhou que foram convidados dois humoristas porque “uma língua vive também do humor” e apontou que Ricardo Araújo Pereira e Fary "são dois altos expoentes dessa maneira de trabalhar a língua numa outra dimensão”.

E depois do ponto de vista musical temos um conjunto moçambicano, temos o Stereosauro... Foi a tentativa de darmos um sinal para uma nova geração para nos dirigirmos a um público mais jovem”, continuou o representante de Portugal na UNESCO.

O evento contou, ainda, com a presença do Director-Geral Adjunto da UNESCO, Xing Qu, dos Embaixadores da CPLP, do Secretário Executivo da CPLP, Francisco Ribeiro Telles, da secretária de Estado para os Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias.
Esta quarta-feira, 22 de Maio foi o dia escolhido para evocar o 5 de Maio, institucionalizado como k Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, em 2009. Língua oficial de nove países e da região de Macau, distribuídos por cinco continentes, o português é a língua mais falada no hemisfério sul e a sexta língua mais falada no mundo. Trata-se, também, de uma das línguas oficiais da Organização dos Estados Americanos, da União Africana e da União Europeia.

A CPLP tem nove membros – Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste – e 18 países observadores associados. A reunião deste grupo de Estados é um projeto político baseado na Língua Portuguesa, vínculo histórico e património comum, num espaço geograficamente descontínuo, mas identificado pelo idioma comum.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.